Rádio Bandeirantes Imbituba - A difusora dos nossos corações!

X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!

Radar da Violência nas Estradas: em 20 dias, 55 mortes são registradas em rodovias de SC

Levantamento inédito realizado entre 22 de dezembro de 2017 e 10 de janeiro registrou 36 acidentes com mortos nas rodovias estaduais e federais do estado.

Por: Gabriela David - Dia: - Em: Notícias

Radar da Violência nas Estradas: em 20 dias, 55 mortes são registradas em rodovias de SC
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Em 20 dias, 55 mortes foram registradas em 36 acidentes ocorridos em rodovias estaduais e federais de Santa Catarina. Esse é o resultado do levantamento especial do G1 SC em parceria com veículos da NSC Comunicação que registrou todos os acidentes com mortes entre as 18h do dia 22 de dezembro de 2017 até as 23h59 de 10 de janeiro de 2018.
 


Trata-se de uma pequena amostra, se comparadas as 652 mortes no trânsito que ocorreram em todo o ano de 2016 no estado, mas revela um retrato da violência nas rodovias de Santa Catarina.
O período monitorado é um dos mais movimentados nas rodovias do estado por causa dos feriados de natal e ano novo. Diferente do balanço oficial divulgado pelas Polícias Rodoviárias, o "Radar da Violência nas Estradas" apontou um número 52% maior de mortes nesses 20 dias. Isso porque a produção do projeto levou em consideração as mortes ocorridas também nos hospitais e não somente as vítimas que morreram nas rodovias.
Os números revelam dados preocupantes se fizermos comparativos, com a criminalidade por exemplo. No ano passado, Santa Catarina registrou 383 mortes por homicídio, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública. Foi considerado o ano mais violento da história do estado. Enquanto isso, em apenas 20 dias de monitoramento das mortes nas rodovias estaduais e federais, foram registradas 55 mortes. Uma média de 2,75 mortes por dia nas estradas, contra 1,04 mortes em decorrência dos homicídios.
Alguns recortes se destacam, entre eles a concentração da maior parte dos acidentes na BR-282, no Oeste do estado, e em rodovias estaduais, também na região. Veja outros recortes que podemos fazer a partir do levantamento:
 

54% dos acidentes ocorreram entre as 18h50min e as 5h;
Das 55 mortes, 31 ocorreram em BRs e 24 em SCs;
A rodovia com maior número de vítimas foi a BR-282, que liga a Grande Florianópolis ao Oeste, com 16 mortes;
Maior parte das vítimas tinha entre 18 e 25 anos e entre 36 e 40 anos;
40% dos mortos tinham menos de 25 anos;
Mais de 40% dos acidentes foram causados por velocidade incompatível com a via ou com a condição climática;
1 em cada 5 mortos tiveram ingestão de álcool como uma das causas;
A maioria das ocorrências foi registrada entre os dias 24 e 25 de dezembro: 11 mortes; no dia 29 de dezembro: 7 mortes, e nos dias 1 e 2 de janeiro: 10 mortes;
Em 65% dos casos, as vítimas morreram no local do acidente. As demais, no hospital ou durante o atendimento.
 
 
Importante destacar que para a polícia velocidade incompatível não significa que o motorista estava acima da velocidade permitida naquele trecho, mas que no momento do acidente a velocidade associada a outros fatores influenciaram para o ocorrido.

 

 

Mortes em 2016
 
As polícias rodoviárias ainda não divulgaram os balanços de acidentes e mortes em 2017. Em 2016, 652 catarinenses perderam a vida nas estradas. Nas rodovias federais, Santa Catarina foi o 4º estado que mais registrou acidentes e mortes, ficando atrás somente de Minas Gerais, Paraná e Bahia. Foram 450 mortes em 10.604 ocorrências.
O estado tem a 2ª maior média do país em mortes por mil quilômetros: 4.326. No total, foram 22.980 pessoas envolvidas nesses acidentes.
Em relação à causa, a velocidade incompatível foi o fator que mais matou pessoas, com 98 vítimas fatais, segundo os dados oficiais.
Além disso, tem as rodovias estaduais, onde 202 pessoas morreram em 2016. Foram 8.355 acidentes que, além dos mortos, deixaram outras 4.868 pessoas feridas.

 Levantamento dos dados
 
O trabalho de checagem dos dados foi realizado por 38 profissionais dos veículos da NSC Comunicação. Todas as informações levantadas foram reunidas em uma planilha.
Além dos dados oficiais com acidentes e mortos, as equipes de produção confirmaram também as mortes dos feridos que haviam sido levados aos hospitais. Por esse motivo, o levantamento apontou um número 52% maior de acidentes com mortes no período do que os dados oficiais.
O G1 publicou matérias sobre todos os acidentes com mortes nas rodovias estaduais e federais do estado entre 22/12/2017 a 10/01/2018. Trabalho que resultou num projeto inédito no G1 Santa Catarina: o Mapa do "Radar da Violência nas Estradas".
No mapa estão reunidas as principais informações sobre os acidentes, como nome das vítimas, idade, local do ocorrido, tipo de veículo e causas prováveis. O projeto deverá contribuir com as futuras discussões sobre esse grande problema que é a violência no trânsito.
 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: